aston martin zagato v8
Anos oitenta e áspero sem perder o toque inglês. Fonte: Nicholas Mee And Company Ltd.
in

Aston Martin & Zagato: O 8 V1986

Ok, nos últimos dias publicamos vários textos baseados em carros que compartilham a mesma fórmula: Nascimento inglês e desenvolvimento italiano. Primeiro veio a notícia do Jaguar XK120 com corpo Pininfarina. Então o do XK140 encorpado por Michelotti resgatado do esquecimento após sua aparição em uma garagem em Ghent. E agora ... Repetimos a receita misturando dois ingredientes que ninguém vai deixar de gostar: Aston Martin y Zagato.

A colaboração entre uma das principais marcas inglesas e o construtor italiano que adora formas arredondadas e geométricas… Ainda há muito tempo para vir. Quem não lembra do fantástico Aston Martin DB4 GT Zagato? Um modelo que, entre 1960 e 1962, alcançou algo que parecia impossível: aprimorar ainda mais o já charmoso DB4. Claro, tornando-o mais duro.

Este Aston Martin DB4GT Zagato 1961 é quase tão bonito quanto a paisagem ao fundo (Foto: Unai Ona)

E é que era preciso ser muito duro para poder enfrentar a imbatível Ferrari 250 GT que, naqueles anos, arrebatou os populares campeonatos automobilísticos esporte. Para isso, a Aston Martin desenvolveu o DB4 GT, encurtando o chassi e alimentando o motor seis cilindros de 3.670 DC e 12 válvulas até CV 314 um rpm 6.000.

Quase cem unidades foram construídas, das quais cerca de 20 foram carroceadas e montadas pela Zagato em suas oficinas milanesas após receber, cuidadosamente embalados do Reino Unido, o chassi e toda a mecânica. O modelo se tornou um verdadeiro ícone que, mitomanicamente, quase pode ser visto cara a cara com o GT mais mítico da época: a Ferrari 250 GTO.

E tudo isso para que 26 anos depois a história se repetisse com o fruto de uma nova colaboração anglo-italiana: a Aston Martin V8 Zagato. Um desportivo de linhas oitenta ao mesmo tempo que clássico, com porte e atrevimento, confortável mas com um som que hipnotiza quem é apaixonado pela sinfonia dos cilindros ... Uma maravilha que vale a pena ouvir!

ASTON MARTIN V8 ZAGATO: REPETIÇÕES DE HISTÓRIA

É verdade que o DBT GT Zagato se propôs a meta de bater os grandes GTs italianos da época, enquanto em uma década marcada pela era de ouro dos supercarros… O V8 Zagato dos anos oitenta pode não ter saído com o mesmo espírito de alcançar o De volta à omelete no que diz respeito à Ferrari e Lamborghini do momento. Porém ... Basta dar uma rápida revisão de suas funcionalidades para perceber que não está longe dos ícones que marcaram sua época.

E é que o V8 5 litros deste Aston Martin lança um poder de 432 CV para 6000 rpm, capaz de lançá-lo em um Pico de 300 km / h ou adiar 0 a 100 em 5'0 segundos. Um verdadeiro animal um tanto pesado de 1.650 quilos pronto para sulcar as estradas com o espírito que vimos no vídeo anterior.

O V8 Zagato foi derivado do V8s (1969-89), não do posterior Virage / Vantage (1989-2000) (Foto: Unai Ona)

Apenas 89 foram feitos. Então ... Imagine o preço. Na verdade, antes de ser apresentado no Salão Automóvel de Genebra em 1986, cerca de 50 unidades já haviam sido comprometidas, muitas delas destinadas diretamente ao mercado especulativo de supercarros. Uma joia difícil de ver e que, quando o faz, costuma vir à tona em concessionárias específicas onde marca figuras como 566.491 euros que o vendedor inglês Nicholas Mee e Companhia Ltda peça a unidade que você vê nessas fotos.

Pois sim. Parece que a colaboração entre Zagato e Aston Martin é algo como algumas pipas; que passam de vez em quando perto da Terra deixando um rastro que é lembrado por anos. E é isso, após a evolução do DB4 em 1960 e o de mãos dadas se materializou no V8 Zagato de 1986 ... Em 2002 o DB7 Vantage Zagato, um design que -pelo menos para nós- bebe diretamente da DB4 Zagato e que representa um compromisso perfeito com o passado para ambas as marcas.

Aston Martin DB7 Zagato, 2002 (Foto: brian snelson)

Pelas contas que estamos tomando, a história deve se repetir ... E sabe de uma coisa? O próximo 2019 é o centenário da Zagato. Não seria uma grande ocasião para renovar seus votos? 😉

foto de avatar

Escrito por Miguel Sánchez

Através das notícias de La Escudería, percorreremos as sinuosas estradas de Maranello ouvindo o rugido do V12 italiano; Percorreremos a Rota 66 em busca da potência dos grandes motores americanos; vamos nos perder nas estreitas pistas inglesas rastreando a elegância de seus carros esportivos; aceleraremos a frenagem nas curvas do Rally de Monte Carlo e até ficaremos empoeirados em uma garagem resgatando joias perdidas.

Assine o boletim informativo

Uma vez por mês em seu correio.

Muito obrigado! Não se esqueça de confirmar sua inscrição através do e-mail que acabamos de enviar.

Algo deu errado. Por favor, tente novamente.

57.4kfãs
1.8kSeguidores
2.4kSeguidores
3.5kSeguidores