museu fiat 500 moma
in

MOMA adiciona um Fiat 500 à sua coleção

O famoso Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MOMA) ele adquiriu um Fiat 500F 'Berlina' para sua coleção permanente. A versão mais popular do 500, produzida entre 1965 e 1972, é um exemplo de funcionalidade e economia e lógica construtiva, além de se apoiar na crença de que um design de qualidade deve ser acessível a todos.

A produção de pequenas utilidades como Fiat 500, sólido e confiável, era essencial para motorizar a Europa após a Segunda Guerra Mundial e, particularmente, a Itália. Esta pelota simboliza muitos dos princípios que dominaram o design moderno em meados do século XNUMX e se conecta com outros temas discutidos na coleção do museu.

Em seu 60º aniversário, o Fiat 500 (1957-1975) é um ícone; como o Seat 600 na Espanha, é um daqueles carros que é simplesmente algo mais do que isso. Popularmente conhecido como Cinquecento, O Nuova 500 foi projetado pelo gênio Dante Giacosa que ingressou na Fiat em 1927 e foi responsável pelos primeiros 500 Topolino e, posteriormente, por modelos atraentes como o Fiat 850.

Compacto, com um minúsculo motor traseiro, o Quinhentos foi concebido como um carro barato para as massas; Acontece como o Mini: embora por fora seja pequeno, por dentro é enorme. Por outro lado, e entre outros elementos realmente elegantes, sua cobertura de tecido oferece um elemento de luxo que esconde a carência de aço prevalecente em sua época.

Em 1965 o modelo foi atualizado com portas de abertura convencionais e justamente uma unidade desta segunda série é a que incorporou o MOMA para sua coleção.

El MOMA sempre atribuiu importância ao design automotivo, como evidenciado por suas múltiplas exposições de 1951 e o resto das unidades em sua coleção de automóveis: um Cisitalia 202, um caminhão Jeep, um Volkswagen Beetle, um Porsche 911, um Jaguar E, um 1 F1990 Ferrari e um Smart 1998. Continue assim!

Esperamos que tenham gostado da notícia e do Vídeo que deixamos abaixo. Para fotos, clique aqui

O que você acha?

Johanna betermi

Escrito por Johanna betermi

Johanna Betermi é uma dominicana que vive em Madrid. Formou-se em Comunicação Social pela Universidade Católica de Santo Domingo, obtendo posteriormente uma bolsa estadual de excelência acadêmica que lhe permitiu cursar o Mestrado em Jornalismo Televisivo ... Veja mais

Comentários

Assine o boletim informativo

Uma vez por mês em seu correio.

Muito obrigado! Não se esqueça de confirmar sua inscrição através do e-mail que acabamos de enviar.

Algo deu errado. Por favor, tente novamente.

49.9kfãs
1.6kSeguidores
2.4kSeguidores
3.1kSeguidores