in

Eu amoEu amo

Renault-Alpine A442: O turbo que venceu em Le Mans '78

Em 1976 a Renault adquiriu definitivamente a Alpine, adquirindo também todos os projetos destinados à competição. Nesse sentido, o uso do turboalimentador foi um desafio destinado a conquistar a vitória em Le Mans contra as tropas Porsche da época. Depois de uma estreia problemática devido à confiabilidade, este modelo de corrida foi finalmente feito em Le Mans em 1978, antes que a Renault Sport se voltasse para a F1.

Em 1976, o inevitável finalmente aconteceu. Compra da Alpine pela Renault depois de anos trabalhando em estreita colaboração com a pequena empresa de Jean Rédélé. Desta forma, a marca de diamantes não só aceitou modelos de rua como o Alpine A310, mas também o programa de corrida. Um campo de trabalho em que os protótipos se centraram na vitória da corrida mais emblemática do Campeonato do Mundo de Endurance: Le Mans. Um desafio realmente complexo. Bem, embora a Alpine tenha acumulado um grande histórico em ralis, aquela corrida foi outra história.

Ainda mais durante os anos setenta. Com a Ferrari já aposentada e a Ford saciada depois de reinar quatro vezes com o GT40. Mas dominado pelo fabuloso Porsche 917s sucedido pelos Matras até que os alemães voltassem à vitória em 1976. Assim, mesmo com todo o esforço financeiro que a Renault poderia sustentar para realizar os projetos Alpine, a situação não era facilmente resolvida. Um contexto difícil, onde, como diria Bob Dylan, a resposta foi "flutuando no vento". Claro, longe de frases poéticas vazias, aqui estamos nos referindo a uma realidade muito mais tangível. Estamos nos referindo à força do ar a serviço da engenharia.

Neste ponto, muitos de vocês estarão pensando sobre aerodinâmica. Um aspecto em que o Alpine A442 é sem dúvida excepcional graças à sua linha fluida com a carenagem do cockpit e a cauda longa para melhorar o coeficiente de arrasto. Porém, o sucesso deste modelo de competição deve-se ao manuseio do ar no motor graças ao seu turboalimentador Garrett. Uma tecnologia em que a Renault se destacou definitivamente com o RS01. Primeiro F1 equipado com motor turbo e herdeiro direto dos testes realizados com o Alpine A442. Um modelo sensacional que tirou o domínio da Porsche em Le Mans da Porsche, vencendo em 1978 com Jean-Pierre Jaussaud e Didier Pironi nos controles.

ALPINE A442: AUMENTO DE POTÊNCIA AGRADECIMENTOS AO TURBOCARGADOR

No início dos anos XNUMX todas as marcas com interesses na competição estavam profundamente interessadas no turbo. Nesse sentido, a Ferrari estreou em competição com o 126CK da F1 para transferi-lo logo depois para seus carros de rua com o 208 GTB. Um esquema baseado em transferência de conhecimento da competição para modelos de rua onde a Renault se destaca como o fabricante mais representativo. E, afinal, seus engenheiros desenvolveram com sucesso o uso do turbocompressor desde que o Alpine A442 conseguiu trazer seu motor V490 de dois litros para 6CV.

Uma potência realmente notável, já que este motor se manteve em 270 CV sem a ajuda do turbo nos modelos anteriores A440 e A441. Duas provas para chegar ao Alpine A442, que estreou nos 1000 km de Mugello vencendo de forma totalmente inesperada. E é que, A grande vantagem dada em termos de potência pelo turbo encontra sérios problemas quando observamos a pressão a que o motor deve trabalhar.. É por isso que os modelos que vinham testando com o turboalimentador desde os anos setenta com séries como o Can-Am Porsche 917/30 eram confiáveis.

Isso era do conhecimento dos engenheiros, que receberam o que aconteceu na estreia do Alpine A442 como um golpe de sorte que não continuou em 1976. Na verdade, os constantes abandonos levaram a Renault para a rua da vergonha, que pensou em aposentar a modelo depois de abandonar Le Mans naquele ano e no próximo. No entanto, determinado a demonstrar os benefícios do turbocompressor como uma tecnologia poderosa, mas também confiável, a Renault Sport investiu grandes somas de dinheiro para atender Le Mans em 1978 com todas as garantias. Desta forma, ele compareceu ao encontro com três carros: dois A442s e um A443.

CHEGA DE CONFIRMAÇÃO: LE MANS 1978

Na linha de partida, o Alpine A442 e A443 dividiram as primeiras posições com o novo Porsche 936. Desta forma, visualizou-se entre quem deveria estar o duelo, iniciando realmente todas as expectativas em favor de um Porsche muito mais experiente e eficaz. Porém, O A442 de Jaussaud e Pironi estabeleceram um ritmo infernal desde o início com tempos em Le Mans abaixo de três minutos e quarenta segundos para vencer a corrida com cinco voltas dobrado para o segundo lugar. Uma marca tão frenética que exauriu Pironi a ponto de não poder subir ao pódio devido ao cansaço acumulado.

Em meio ao fervor, a Renault decidiu se retirar a tempo sabendo que isso seria difícil de repetir diante do ataque violento do Porsche. Por ele, A Renault Sport se distanciou de Le Mans mesmo depois de conquistá-la em 1978 para se concentrar na F1. Categoria na qual eles também seriam reconhecidos pelo uso de vanguarda do turbo. Uma tecnologia que a marca de diamantes pouco utilizou durante os anos oitenta nos seus automóveis de série, quase todos com variantes desportivas equipadas com esta forma de manusear os gases do motor. Um novo campo de tecnologia aplicado ao automobilismo, no qual o Alpine A442 se destaca como um pioneiro vencedor.

Fotografias: RM Sotheby's

PD O Alpine A442 escolhido para ilustrar este artigo é um dos quatro construídos e o único atualmente em mãos privadas. É o chassi 4420, que será leiloado em 19 de novembro por RM Sotheby's como parte da coleção Guikas.

O que você acha?

Escrito por Miguel Sánchez

Através das notícias de La Escudería, percorreremos as sinuosas estradas de Maranello ouvindo o rugido do V12 italiano; Percorreremos a Rota 66 em busca da potência dos grandes motores americanos; vamos nos perder nas estreitas pistas inglesas rastreando a elegância de seus carros esportivos; aceleraremos a frenagem nas curvas do Rally de Monte Carlo e até ficaremos empoeirados em uma garagem resgatando joias perdidas.

Comentários

Assine o boletim informativo

Uma vez por mês em seu correio.

Muito obrigado! Não se esqueça de confirmar sua inscrição através do e-mail que acabamos de enviar.

Algo deu errado. Por favor, tente novamente.

52.3kfãs
1.7kSeguidores
2.4kSeguidores
3.3kSeguidores