in

Eu amoEu amo

SEAT 1979. O livro sobre um momento chave na história da SEAT

Com o surgimento do SEAT 1979, a bibliografia existente sobre a história do automobilismo nacional é ampliada. Obra do historiador Miguel Ángel Águila que analisa este momento-chave da trajetória da SEAT.

Historiador Miguel Ángel Águila, autor do livro Lancia Coupé e HPE. Os esquecidos da SEAT, apresenta a sua nova edição desktop "SEAT 1979" após quase 4 anos de trabalho e com o objetivo de apresentar o seu novo trabalho por ocasião do 70º aniversário da SEAT.

Por que SEAT 1979? O autor queria se concentrar no que pode ser o último parente "normal", onde o futuro da SEAT Apesar das dificuldades econômicas, parecia inicialmente garantido pela poderosa FIAT. No entanto, a realidade era outra, já que a gigante automobilística italiana sofria de muitos problemas internos graves que se revelam à medida que a história se desenrola.

Com o livro SEAT 1979, participaremos da criação do motor 1919, desenvolvido pelo Centro Técnico Martorell. Conheceremos em profundidade a história e a lançamento comercial de todas as novidades apresentadas pela SEAT em 1979, bem como do 132-2000, do 124 FL90, do Lancia Coupé e da HPE.

Mas sobretudo vamos assistir ao nascimento de um automóvel revolucionário para a FIAT e para a SEAT, decisivo para o futuro de ambas as marcas, que necessita de um produto competitivo para entrar em grande na década de 80. Esse carro era o Ritmo e foi essencial para lançar as bases para a futura produção individual da SEAT.

O livro tem extensão de 248 páginas e está dividido em 10 capítulos, todos ilustrados com fotografias da época em preto / branco e coloridas.

O preço do livro SEAT 1979 é 25 euros mais despesas de envio, e podem ser solicitados no seguinte endereço de e-mail: booklancia@hotmail.com

O que você acha?

A Escuderia

Escrito por A Escuderia

'La Escudería' é a primeira revista digital hispânica dedicada a veículos antigos. Damos todo o tipo de máquinas que se movem por si: De automóveis a tratores, de motocicletas a ônibus e caminhões, de preferência movidos a combustíveis fósseis ...

Comentários

Assine o boletim informativo

Uma vez por mês em seu correio.

Muito obrigado! Não se esqueça de confirmar sua inscrição através do e-mail que acabamos de enviar.

Algo deu errado. Por favor, tente novamente.

51kfãs
1.7kSeguidores
2.4kSeguidores
3.2kSeguidores