Maior engarrafamento da história
in

Vídeo: Este foi o maior engarrafamento da história, durou 12 dias!

Aconteceu na China em 2010 na Rodovia Nacional 110 e ultrapassou os 100 quilômetros de extensão...

É quase certo, caro leitor, que nestes meses de verão Você terá se deparado com algum outro engarrafamento que testará sua paciência. O que estou convencido é que não teve nada a ver com aquele que É considerado o maior engarrafamento da história. Aconteceu na China e, como quase tudo que acontece no país oriental, foi totalmente desproporcional.

O engarrafamento começou em 14 de agosto de 2010 na sempre congestionada Rodovia Nacional 110. O aumento do tráfego de caminhões em direção a Pequim, juntamente com algumas obras que reduziram a capacidade da estrada para 50%, foram o terreno fértil para um engarrafamento como ninguém se lembra. A isto foi adicionado um volume de veículos que ultrapassou em 60% o que a rodovia poderia digerir. Desta forma, foram mais de 45 filas de carros a caminho das portagens, uma loucura!

O PICARESCO NÃO FALTAVAmaior história de jam

Assim, formou-se uma fila de mais de 100 quilômetros que Não desapareceu completamente até depois de 12 dias, ou seja, em 26 de agosto. Alguns motoristas não conseguiam avançar mais de um quilômetro por dia, enquanto outros ficavam até cinco dias sem se mover.

E como os passageiros presos sobreviveram? Bem, graças aos produtos que lhes são vendidos pelos locais que, longe de terem pena deles, itens como água, macarrão típico ou tabaco eram cobrados ao preço do ouro. Diz-se que os preços multiplicaram até quinze vezes o seu valor real. Até lojas móveis com bicicletas foram montadas.

Em seguida, você tem dois vídeos em que você pode ver o tamanho do engarrafamento e a enormidade dos veículos envolvidos. Claro, para mim, qualquer retenção que viva neste verão vai parecer uma piada em comparação.

O que você acha?

foto de avatar

Escrito por Ivan Vicario Martin

Tenho sorte de ter transformado minha paixão em minha forma de ganhar a vida. Desde que saí da Faculdade de Ciências da Informação, em 2004, que me dedico profissionalmente ao jornalismo automóvel. Comecei na revista Coches Clásicos em seus primórdios, passando a dirigi-la em 2012, ano em que também assumi a direção dos Clásicos Populares. Ao longo dessas quase duas décadas de carreira profissional, trabalhei em todos os tipos de mídia, incluindo revistas, rádio, web e televisão, sempre em formatos e programas relacionados ao motor. Sou louco pelos clássicos, pela Fórmula 1 e pelas 24 Horas de Le Mans.

Assine o boletim informativo

Uma vez por mês em seu correio.

Muito obrigado! Não se esqueça de confirmar sua inscrição através do e-mail que acabamos de enviar.

Algo deu errado. Por favor, tente novamente.

60.2kfãs
2.1kSeguidores
3kSeguidores
3.8kSeguidores