calendar_pirelli_1984_luglio_uwe_ommer
in

O Calendário Pirelli: 50 anos de bom gosto

Já se passaram um pouco mais de 50 anos desde a Calendário Pirelli Decidi revolucionar completamente aquele velho conceito de anuário de garagem, de fotos simples de garotas mostrando aderência, destinado a fãs automotivos masculinos. É simples, se algum de vocês já teve um em suas mãos, deve ter notado que arte, estilo e bom gosto escoam por toda parte no famoso almanaque da marca de pneus.

Para quem ainda não sabe, é oportuno dizer que o motivo do nascimento do Calendário Pirelli em 1964, deveria ser entregue apenas a personagens VIP e clientes importantes da marca. No entanto, os resultados altamente artísticos das fotografias e da composição final do produto rapidamente o transformaram no que é agora.

Por um lado, a lenda de Calendário Pirelli foi forjado graças aos ícones de beleza de cada época posando para as câmeras. Falamos de mulheres como Gisele Bündchen, Heidi Klum, Alessandra Ambrosio (todas elas anjos da Victoria's Secret), Naomi Campbell, Cindy Crawford, Penelope Cruz ou mesmo Sophia Loren e até as carismáticas Antonia Dell'Atte (posando ao lado de um também lindo Lamborghini Countach), que concordou em ser imortalizado por alguns dos melhores fotógrafos do mundo.

E essa é a outra variável da equação: ao longo dos anos, as melhores personalidades do mundo da fotografia foram colocadas por trás das lentes, como Annie Leibovitz, Peter Beard, Patrick Demarchelier, Richard Avedon ou Vinoodh Matadin.

Aproveitando o 50º aniversário de seu nascimento, comemorado no ano passado, la Editorial Taschen queria prestar homenagem às cinco décadas de instantâneos estilosos que encheram as páginas do Calendário Pirelli e, para isso, ele publicou um livro requintado em uma edição limitada de 1.000 cópias. À venda a partir de setembro e ao preço de 49,99 euros, mostra não só todas as fotografias que compuseram a vida do almanaque, mas também outras imagens retiradas das filmagens do almanaque. Por trás das cenas e até o volume de 1963 ... Que nunca viu a luz do dia porque foi considerado na época Muito atrevido.

[su_youtube_advanced https = »sim» url = »https://www.youtube.com/watch?v=PbeU8C8_28Q» largura = »700 ″]

O que você acha?

Escrito por Alexandre Palomo

Ser milionário e comprar todos os carros do mundo parecia difícil, então se tornar um jornalista automotivo e dirigi-los de graça parecia mais tangível ... Além de romântico. Meu maior triunfo foi poder me dedicar aos carros sob vários pontos de vista: jornalismo, organização de eventos e treinamento comercial. Eu amo minha vida profissional!

Comentários

Assine o boletim informativo

Uma vez por mês em seu correio.

Muito obrigado! Não se esqueça de confirmar sua inscrição através do e-mail que acabamos de enviar.

Algo deu errado. Por favor, tente novamente.

51kfãs
1.7kSeguidores
2.4kSeguidores
3.2kSeguidores